Não dois,não um!

9 de março de 2010

                                               


Se conhecem e tudo corre às mil maravilhas.A relação vai bem até que começa a ficar séria.Daí surgem as dúvidas: Seguir ou não a diante? Sempre alguém tem medo de se entregar,em algum momento surge aquela dúvida que consome, que bloqueia, a incerteza que incomoda.Não podemos saber SE e nem quanto uma relação vai durar mas o que nos impede de ir la e ver qual é?Tenho visto muitas pessoas cheias de interrogações, existe uma sede de entender e de sentir mas por outro lado existe o receio de se machucar e se decepcionar. Embora eu concorde que é normal e essencial sentir esse receio no começo por que ele acaba servindo de moderador pra você se pautar nas suas decisões, não tirar demais os pés do chão e assim ter um relacionamento saudável com o outro e com você. O leque de possibilidades hoje em dia é tão grande que as pessoas demoram mais a se decidir se querem apostar num relacionamento e se restringir a uma pessoa só ou continuar com suas experiências descompromissadas até acharem alguém ‘’melhor’’. A gente sabe que no fundo existe uma explicação plausível pra esse comportamento, pra se viver na totalidade uma relação é preciso se entregar aos poucos e se entregar significa abrir mão ainda que por um tempo, do controle dos seus sentimentos e sua liberdade, isso já basta pra colocar a pessoa diante do medo de se envolver. A pessoa se fecha numa armadura defensiva ,pra não se mostrar vulnerável a possibilidade de se frustrar novamente. TODOS NÓS JÁ FIZEMOS ISSO!

Mas quer saber? É um risco que corremos, se relacionar é isso, será que é preferível viver à sombra de um passado mau escrito do que viver um futuro de sucesso? Se entregar não é se anular, é viver a própria vida e permitir que alguém faça parte dela. O que não existe mais na cabeça das pessoas hoje é idéia de começar uma amizade ( ‘’Primeiro eu vou testar, se ele(a) for bonitinho (a),me deixar sempre animado e for uma fera na cama, ai sim eu posso pensar em ficar com ele (a) por resto da vida’’.) mal sabem que a amizade e a intimidade devem ser perspectivas básicas e pessoas íntimas sabem que ninguém consegue cumprir todas as promessas nem realizar todos os sonhos, mas ela tem tendencia a tentar. pra mim é mais importante buscar ideais juntos do que uma pessoa ideal.Todos nós em algum momento das nossas vidas vivemos relações que não puderam continuar ou que ‘’durou o tempo q tinha que durar mas não era pra ser (ainda)’’ .o fato é que é preciso sacudir a “poeira” e dar a volta por cima. Sempre falo em alguma conversa que nao existe relacionamento com certificado de garantia. A mídia criou muitos mitos sobre amor eterno. Você vai encontrar uma pessoa perfeita que será responsável pela sua felicidade,pela sua fome de amar.

Isso é utopia.Temos que parar de sonhar e tentar encontrar alguém com defeitos e virtudes,alguém real.
É logico que não podemos esperar que os deuses advinhem nossos desejos,temos que dar uma mãozinha também, isso implica o risco de se desapontar, mas paciência, a gente não pode se condenar ao inferno antes de conhecer o paraíso!!

’O amor (gostar) as vezes é um luxo, como a alegria que poucos se permitem, mas seja como for e com um pouco de sorte a alma do outro pode também ser a doce fonte da vida….’’

Auto Post Signature