Quando o amor não vai embora

18:47

Você viaja, faz um corte novo no cabelo, compra roupas novas e um scarpin pra desfilar nas ruas da cidade e ver se encontra alguém que valha a pena de verdade. Mas ai você se lembra que, quanto mais interessante uma pessoa menos chances de vê-la dando sopa por ai. Alguém já disse que, economizar amor é avareza, que é triste ficar contando moedinhas de afeto. Mas no amor é assim, toda moeda tem dois lados e o seu, é que você amou, entrou de cabeça, não fez seguro contra perdas e não teve a nenhuma garantia do que iria acontecer depois. Você, com o coração na mão pensou em várias saídas, mas não teve jeito, o amor próprio falou mais alto e você resolveu abrir mão e seguir outro caminho. O seu caminho com uma dor que parece insuportável, interminável, inexplicável. Perde o rumo, começa a achar que o amor é marketing e conversa de botequim e promete: Paixão nunca mais! Você resolve se liberar, os amigos te dão companhia, colo e fazem você sorrir. Você ta quase lá, já tem até alguém novo em vista e de repente ele surge, do nada. Ele, que não larga o osso e que não pára de se buscar em você.

Você reclama e bate o telefone na cara dele, diz que não quer mais isso, mas se ele liga dois segundos depois, com toda paciência do mundo dizendo que mudou, arrependido e pedindo pra voltar você não resiste e volta, por que você não sabe fazer outra coisa da vida. Por que você conhece aquele cafajeste melhor do que ninguém. Só por que você não conseguia tirar os olhos dele, admirando, observando cada traço. Aquele corpo não é mistério pra você, você conhece cada parte dele. Sabe o que ele gosta de comer, as músicas que gosta de ouvir e fazer você ouvir pelo telefone também, você até passou a gostar do mesmo gênero por causa dele. Pra lembrar ele. A mania de te apertar com aqueles braços grandes, o jeito de te pegar no colo quando você tá chateada e fazer uma gracinha até você dar um sorriso. E quando ele te olha com aquele olhar que te deixa nua em segundos. Você ama pelo cheiro, pela paz ou pelo tormento que ele te causa. O Sujeito é o mais complicado que você já viu na vida, mas você o quer mesmo assim.

Você ama por que o beijo dele é mais viciante que LSD, só que o efeito dessa ‘’droga’’ dura pouco tempo, as idas e vindas recomeçam, o desgaste recomeça. Você faz leilão com você mesma pra ver se ele dá mais, a coisa não tem mais salvação e pior do que se sentir perdida é perder-se em si mesma. Você fica com o coração de juiz em dia de clássico. Mas amor minha querida, não se pede. É triste saber que falta alguma coisa e ter que ficar com um buraco dentro de você. Mas você já está pós-graduada em se levantar do tombo, desse mal meu bem, você não padece mais. Uma porta é de saída e a outra é de entrada. O que vale fica e o que não vale sai. Adeus expectativas irreais. Sem culpa ou noites mal dormidas. Houve uma mudança de planos e você se sente leve e feliz. Descobriu que existe tanta coisa mais importante nessa vida que sofrer por amor. Tantas pessoas novas. E você tem um mundo pela frente. Recomeçar não é fácil. Mas faz um bem danado depois que tudo volta pro lugar. Você descobre que nunca vai esquecer o amor da sua vida. Mas o mundo está cheio de novas possibilidades e você precisa seguir....



You Might Also Like

24 comentários

MELHORES DA SEMANA

DIREITOS AUTORAIS

Licença Creative Commons
Este Blog está licenciado com uma Licença Creative Commons. Todos os textos neste site são de autoria de Dri Andrade Carollo. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

CRÉDITOS NAS IMAGENS

Algumas imagens que aparecem neste site são retiradas da internet. Se você possui os direitos de alguma, favor entre em contato, diga seu nome e eu coloco. Obrigada!

Subscribe