Coisas que vão e tudo o que fica....

31 de dezembro de 2011

"Coragem de ser melhor, de ajustar os tons,
de se fazer conforme os próprios sonhos."(Fê)



Hoje é dia das pessoas colocarem o branco pra começar o ano novo em paz. É dia de varrer e limpar a casa pra que tudo que foi ruim no ano que acaba saia e o novo possa entrar.É dia de fazer as simpatias para ganhar mais dinheiro, ter sucesso,saúde, um amor de verdade e ser feliz no ano que chega.....Muitas pessoas o fazem e eu respeito isso.Respeito o otimismo, a esperança e a força que existe dentro de cada um. Mas acredito pia e principalmente que ,receberei e alcancarei tudo o que quero de acordo com o que eu merecer.Por que não adianta eu vestir o branco no dia 31 se durante os 365 dias do meu novo ano eu não buscar ter paz comigo e com os que vivem a minha volta.Simplesmente por que tudo na minha vida acontece como Ele (Deus) quer, independente de eu usar branco ou vermelho carmezim no dia 31.O meu comportamento durante todo o meu novo ano é quem vai determinar o que eu merecerei ter ou não.

Não quero roupas cheias de paetês que ofuscam o bom senso.Não quero abraços de pessoas  me dizendo ''Happy new year'', seja feliz, quando na verdade, me magoaram no decorrer do ano e até mesmo me envejaram e desejaram o mau.Quero estar com quem me interessa, com quem me faz o bem, com quem eu sei que poderei contar no resto do ano e até pra vida toda.Por que isso a gente sabe, a gente sente, a gente busca. Eu quero mais, sorrisos autênticos, palavras cheias, olhares incentivadores.Quero amigos ao meu redor, quero casa,quero amor, quero sexo, quero vida,quero a mim, inteira, feliz e sincera. Não sei se conseguirei realizar tudo o que espero e desejo, mas até aqui me ajudou Deus, até aqui fui feliz em minhas escolhas e nas que não fui aprendi algo como lição e cresci como pessoa. A gente faz um balanço sim de tudo o que aconteceu e então entende muita coisa. Vai-se um ano inteiro de experiências vividas.Crescer custa, demora, esfola, mas compensa.

Pelo fato de falar em Deus sempre, as pessoas me perguntam sobre minha religiosidade.Nao, eu nao sou religiosa. Prezo pela espiritualidade. Sou uma adoradora de Cristo, amo a Deus sobre todas as coisas e isso já basta. Falar em Deus é sempre algo que desperta o interesse de todos e algumas vezes o preconceito.Não sou santarrona. Faço,escrevo e falo as minhas besteiras, mas para mim não há nada mais prazeroso do que esse assunto, o que nao me torna religiosa.Afinal de contas, Ele, Jesus Cristo, meu único idolo,em momento algum pregou religião. Sei que não é fácil ser uma pessoa que consegue agradá-lo em tudo, mas me esforço para pelo menos não fazer o que eu sei que não agrada,estudo a bíblia e oro,assim como, trabalho, estudo, me divirto com meus amigos,namoro meu marido,cuido da minha casa, por que sei que somos seres formados de Corpo, alma e espírito, e não podemos deixar nenhuma parte esquecida. Me sinto bem, centrada quando estou em paz espiritual, sinto que posso ter paz em tudo o que faço e ser mais paciente com os outros. Isso sim , não é nada fácil.

Muitas pessoas passaram o ano todo juntando dinheiro pra viajar no final de semana do reveillon, vão e voltam no dia seguinte pagando tarifas altíssimas e pegando transitos homéricos e essas mesmas me perguntam o que é que eu vou fazer no final do ano. O que vou fazer? Vou dormir, pagar minhas contas, juntar dinheiro pra começar a realizar algum plano em 2012. Me desculpem aqueles que acham que reveillon é a coisa mais importante do ano, mas pra mim o que importa é todo o resto. Os outros 364 dias entre um reveillon e outro.

Esse ano eu só tenho o que agradecer a Deus por tudo que realizamos, pela paz e saúde que tivemos,
pela proteção Dele. Agradeço a vocês, que estão comigo desde sempre e ficaram mais esse ano por aqui lendo as minhas bobágens e sendo gente como eu, por que eu também aprendo muito com vocês.Repito, que desejo pra vocês,minha gente FINA, ELEGANTE E SINCERA, tudo o que desejo pra mim, sorrisos, amor e sabedoria, o resto vem junto. E como diz a MARTHA MEDEIROS: ''...Gente fina não esnoba, não humilha, não trapaceia, não compete e, como o próprio nome diz, não engrossa. Não veio ao mundo pra colocar areia no projeto dos outros.Não pesa, mesmo sendo gorda, e não é leviana, mesmo sendo magra. Gente fina é que tinha que virar tendência. Porque, colocando na balança, é quem faz a diferença."

Adoooro essa mulher por que ela sabe das coisas.

                                O beijo pra vocês, que venha 2012 cheio de coisas boas!!

Os caras que amei e os caras de hoje em dia...

30 de outubro de 2011

Comprometido, sarado, rico, pobre,enrolado, livre, estranhos, faladores, tímidos, com manias, sem nenhuma mania, médico, advogado, engenheiro, TOP da Coca-cola. Charmoso, vaidoso, despreocupado. Não importava o tipo, importava o gosto. (questão sexual não envolvida, algo além disso). Eu só queria que o cara tivesse no mínimo um senso de humor, uma sacada rápida das coisas, atitude, gostasse de estudar e já estivesse estabelecido em alguma carreira. (Somando tudo isso = Um cara inteligente).

Eles sabiam do espaço deles e do meu. Não invadiam. Não ficavam de papo furado, não se faziam de desentendidos. Não colavam, não enchiam meu saco. Eram sensíveis à sua maneira. Objetivos e sem frescura. Não existia sedução barata. Nem drinks caros. Existia verdade, noção, empatia, troca. Não a coisa romântica de casamento, de felizes para sempre. Mas existia a noção real, de querer bem, querer estar ali com quem te faz bem. Sem fingir ser o que não é. Sem forçação de barra. Sem ficar ligando pra deixar recado, quem tem o que dizer não deixa recado. Existia o bom humor, ironia, o respeitar sem invadir. Existe fracasso também. Não existe perfeição. Quem quer ser príncipe demais acaba sendo meio chato, carente e sem graça.

Essa é a grande sacada de você saber escolher com quem quer se relacionar. Por que as coisas estão muito loucas hoje em dia.
Você está numa mesa de bar, restaurante com os seus amigos, curtindo uma música, vivendo seu momento light. Então o garçom chega te trazendo um guardanapo com um desenho do seu rosto. Uau! Quem terá sido o cidadão que perdeu tanto tempo observando você e você nem notou? Você pensa em agradecer e  fica envergonhada , mas não quer deixar ele sair sem falar com você, no entanto, você demora e ele vai, mas antes outro bilhete com o garçom, agora, com o telefone dele. E advinha o que você faz? Você não liga claro. Mas e se fosse coisa do destino? E a coisa do ‘’ pagar pra ver’’? Se é pra rolar já rola, e se não é pra rolar, a gente já desencana, já tira da frente. O que anda acontecendo é que está tudo rápido demais. Só sexo não resolve. É uma delícia, mas é algo que mexe muito com a nossa energia. Se não souber dosar, ela vai toda embora de uma vez.
É por isso que a gente despensa caras grude que não respeitam a nossa individualidade e mais que isso, caras que te pagam um drink e acham que você está inclusa no pacote, que já pode ir tocando, beijando, ir levando pra casa.

Se você convida alguém pra assistir um filme, não significa transar loucamente, mas as pessoas enxergam o que elas querem e isso às vezes é bem complicado. Lógico que pode rolar um clima e um sexo maravilhoso. Mas forçar um clima é beem diferente. Ainda mais com quem você mal conhece. Gente vamo combinar? Tem muito homem bom, mas também tem muito Shrek por aí. Só que aí você filtra, faz isso por você, evita desgaste desnecessário.
As pessoas não conseguem mais desvincular carinho de sexo. Querem tudo ao mesmo tempo e agora. Não curtem pequenos momentos, a conquista, as risadas, o abraço. Uma pena, porque, a não ser que você esteja em busca de algo casual, esse é o caminho natural. Um leva ao outro.

Acho bacana que as pessoas de hoje estejam mais disponíveis pra se relacionar, acho legal essa cumplicidade do olhar , do momento, mas se principalmente nós mulheres nos preservássemos mais ou selecionássemos mais com quem vamos nos relacionar, poderíamos evitar muitos caras entrões, sem noção e invasivos. Não perderiamos energia e nem tempo com quem não tem nada pra dividir, só sugar.


Ps: As periguetes de plantão já podem fechar a página e me achar a Madre Tereza de Calcutá. Beijos.

***
Gente, usem o botão ''curtir'' ai embaixo se gostarem e quiserem compartilhar na rede.O Beijo.

Dicionário feminino parte # I

29 de setembro de 2011

Expressão de hoje: Não é você, sou eu.

O que ela quis dizer: É você. Bom, na verdade sou eu um pouco, tenho lá minha parcela de culpa por achar que te amava, quando na verdade não te amo (ou não te amo o suficiente). Não é que você seja uma pessoa ruim ou nada disso. Você é uma pessoa maravilhosa, eu é que quero me maravilhar de outro jeito e você, infelizmente, amor, não tem esse jeito. Mas não é por você não ser o homem da minha vida que eu vou querer te magoar. Então, por hora, tomo toda a culpa para mim e justifico: Não é você, sou eu.

Quando o amor não vai embora

7 de setembro de 2011
Você viaja, faz um corte novo no cabelo, compra roupas novas e um scarpin pra desfilar nas ruas da cidade e ver se encontra alguém que valha a pena de verdade. Mas ai você se lembra que, quanto mais interessante uma pessoa menos chances de vê-la dando sopa por ai. Alguém já disse que, economizar amor é avareza, que é triste ficar contando moedinhas de afeto. Mas no amor é assim, toda moeda tem dois lados e o seu, é que você amou, entrou de cabeça, não fez seguro contra perdas e não teve a nenhuma garantia do que iria acontecer depois. Você, com o coração na mão pensou em várias saídas, mas não teve jeito, o amor próprio falou mais alto e você resolveu abrir mão e seguir outro caminho. O seu caminho com uma dor que parece insuportável, interminável, inexplicável. Perde o rumo, começa a achar que o amor é marketing e conversa de botequim e promete: Paixão nunca mais! Você resolve se liberar, os amigos te dão companhia, colo e fazem você sorrir. Você ta quase lá, já tem até alguém novo em vista e de repente ele surge, do nada. Ele, que não larga o osso e que não pára de se buscar em você.

Você reclama e bate o telefone na cara dele, diz que não quer mais isso, mas se ele liga dois segundos depois, com toda paciência do mundo dizendo que mudou, arrependido e pedindo pra voltar você não resiste e volta, por que você não sabe fazer outra coisa da vida. Por que você conhece aquele cafajeste melhor do que ninguém. Só por que você não conseguia tirar os olhos dele, admirando, observando cada traço. Aquele corpo não é mistério pra você, você conhece cada parte dele. Sabe o que ele gosta de comer, as músicas que gosta de ouvir e fazer você ouvir pelo telefone também, você até passou a gostar do mesmo gênero por causa dele. Pra lembrar ele. A mania de te apertar com aqueles braços grandes, o jeito de te pegar no colo quando você tá chateada e fazer uma gracinha até você dar um sorriso. E quando ele te olha com aquele olhar que te deixa nua em segundos. Você ama pelo cheiro, pela paz ou pelo tormento que ele te causa. O Sujeito é o mais complicado que você já viu na vida, mas você o quer mesmo assim.

Você ama por que o beijo dele é mais viciante que LSD, só que o efeito dessa ‘’droga’’ dura pouco tempo, as idas e vindas recomeçam, o desgaste recomeça. Você faz leilão com você mesma pra ver se ele dá mais, a coisa não tem mais salvação e pior do que se sentir perdida é perder-se em si mesma. Você fica com o coração de juiz em dia de clássico. Mas amor minha querida, não se pede. É triste saber que falta alguma coisa e ter que ficar com um buraco dentro de você. Mas você já está pós-graduada em se levantar do tombo, desse mal meu bem, você não padece mais. Uma porta é de saída e a outra é de entrada. O que vale fica e o que não vale sai. Adeus expectativas irreais. Sem culpa ou noites mal dormidas. Houve uma mudança de planos e você se sente leve e feliz. Descobriu que existe tanta coisa mais importante nessa vida que sofrer por amor. Tantas pessoas novas. E você tem um mundo pela frente. Recomeçar não é fácil. Mas faz um bem danado depois que tudo volta pro lugar. Você descobre que nunca vai esquecer o amor da sua vida. Mas o mundo está cheio de novas possibilidades e você precisa seguir....



Com certeza é amor!

17 de março de 2011

Você já amou, com certeza. Já amou, se decepcionou e prometeu pra si mesmo que nunca mais amaria novamente. Normal. Desse mal, meu bem, ninguém escapa. Mas de repente pimba! O amor bate à sua porta novamente, sem aviso prévio, sem data marcada, sem carta na porta. Você não só abre a porta como também se doa inteiro, doa o coração de bandeja. Você abre mão das possibilidades infinitas de romances que duram uma noite apenas, por que acredita que encontrou a pessoa certa. Aquela com que vai dividir não só o final de semana, mas a vida inteira. Nós. Pensamento conjunto pra uma vida a dois.

Amar é o que nos faz acordar, o que nos faz dizer bom dia com o sorriso mais livre do mundo. Não é questão de sorte, muito menos a solução pra todos os nossos problemas. O amor é uma recompensa feliz pra a agente que segue acreditando nele. Por que amar é não ter a mínima pista ou garantia de nada, e mesmo assim acreditar num futuro juntos apesar de. Por que cansamos de ver novela das nove e queremos viver um amor de verdade.Por que apostamos todas as nossas fichas nessa nova espectativa. Por que acreditamos que pode dar certo. Amamos por que queremos estar juntos. Por que não conseguimos ficar mais 1 dia se quer longe sem sofrer de saudade. Amamos por que gostamos do cheiro, do beijo, das mãos no nosso corpo. Amamos por que gostamos de assistir dvd sábado de manhã, só os dois, no escuro do quarto em quanto o mundo acontece lá fora .Amamos por que um cozinha em quanto o outro lava a louça.

Amamos por que devoramos duas caixas de eski-bom juntos e temos peso na consciência juntos.
Amamos por que gostamos das nossas escovas de dente na mesma pia. Amamos por que dividimos o mesmo edredom, os mesmos sonhos, a mesma vida. Por que gostamos do abraço ao dormir. Amamos por que aquela pessoa nos devolve o melhor de nós. Amamos por que gostamos do cheiro do cabelo. Do sorriso sem jeito, da cara de pau. Amamos por que gostamos de receber mensagens no meio do dia com um simples '' Eu te amo'' mesmo sabendo que estaremos juntos logo mais. Por que adoramos ouvir explicação de futebol. Por que gostamos de ir ao supermercado juntos. Por que temos alguém pra nos levar ao hospital e comprar xarope no meio da chuva. Por que sabemos que a vida se completa enquanto somos dois. Por que crescemos e nos unimos a cada problema superados juntos. Amamos por que queremos cuidar do outro e ai de quem lhe faça algum mal. Por que fingimos que não conseguimos abrir a lata de conserva só pra ele se sentir mais viril e abrir pra gente. Amamos por que temos liberdade de sermos nós mesmos quando estamos juntos,temos liberdade de ir e vir a qualquer momento. Amamos por que temos um ao outro e talvez isso baste.

Amor nem sempre é pra sempre, mas que seja eterno enquanto dure.
E vivemos assim. Superamos, esperamos, nos encantamos, por que sabemos que é amor. Com certeza é amor!!!



"A verdade é que a vida é assim, a gente não precisa de tanto quanto imaginamos que precisamos pra ser feliz, a gente precisa só daquilo que cabe aqui dentro e que faz bem, e aqui dentro não cabe muito do que nos fere, nunca cabe."
(Thaisa Schelles)


******************************************************************************************
(Post da blogagem coletiva do blog  Com certeza é amor. Parabéns pelo aniversário. Amiga essa postagem é especialmente pra você. Aproveito pra dedicar também a minha amiga Telminha que acabou de ficar noiva. Sorte e muito amor na vida de vocês meninas. Sempre! Os beijos)

Ser Leve

22 de janeiro de 2011

Li uma frase em uma revista onde a jornalista perguntava à dona de um salão de beleza que funcionários e clientes costumam descrever como uma pessoa leve,qual era o segredo para conseguir isso. A resposta dela foi: “Tem gente que vem pro mundo de caminhão e tem gente que vem de bicicleta. Eu sou da turma da bicicleta”.

Fiquei fazendo a comparação. Na mesma hora me dei conta de que me encontrava na outra turma, a do caminhão. Não tenho bagagens emocionais,não guardo mágoas,no entanto,meu tipo de bagagem é de querer fazer mil coisas,não me aquietar,me preocupar sem necessidade .Me encher de prazos.Pensei no tamanho do Scaner que era preciso para transportar minhas ansiedades,imaginei a bagagem compacta da dona do salão e concluí que era hora de mudar meu estilo de vida. Foi quando me dei conta do quanto ‘’mudar de vida’’ é algo ambicioso, então acho que é mais fácil tentar viver de forma mais descomplicada.Decidi que iria buscar isso pra mim, desde então tenho lido e tentado entender sobre o assunto. O escritor francês Paul Valéry disse: “É preciso ser leve como o pássaro, e não como a pluma”. Entendi que existe uma linha tênue ai. Fui buscar a interpretação disso e encontrei o italiano Italo Calvino defendendo sua tese :’’ A pluma flutua – um vôo sem plano,sem direção, sem desafios. Os pássaros riscam o ar com precisão, colocam a leveza a serviço do existir.’’ Gente! Quem é capaz de ter um insight desses?

Sei que não existe uma regra ou fórmula de como viver plenamente. Cada um tem a sua receita,talvez o que seja leve pra mim,seja um peso pra você e vice-versa. Talvez,acordar cedo e caminhar na praia seja leve pra mim, já pra você,ser leve seja poder ficar na cama até o meio dia. Não existe fórmula entende?
Ser leve é se sentir bem consigo mesmo,ser bem humorado,ser mais agradável e generoso também .Ser responsável por suas escolhas e se manter firme nelas. Ser leve é ter paz. É respeitar seus desejos mais íntimos. É ter a sensação de que o mundo não precisa parar pra você descer. É saber que as coisas acontecem e andam no ritmo certo.É não se apegar às asperezas da vida,mas sim saber apreciar o que há de melhor nela. É ir a um show de MPB.Ir ao teatro e assistir uma comédia numa terça feira à noite. É saber que tudo dará certo e se não der, você com certeza terá outra chance. É conseguir sentar-se em um local calmo e folhear um livro. É gostar de música e de sol.É saber que (como alguém já disse antes)a direção é mais importante que a velocidade. É ter um passado sim,mas viver em harmonia com ele.É não esperar pelo futuro por que ,na verdade, o futuro acaba no exato momento que começa.É ter roupa limpa e casa arrumada.É deixar os problemas por um minuto e passear com a sua cachorra na praia. Ser leve, é amar e ser amada.É saber que se você não pode resolver, não adianta se descabelar.É olhar mais pra você e menos pra vida dos outros.
Não é buscar a felicidade em cada coisa que faz ou em cada lugar que vai. É saber que a sua busca não acaba quando você encontra o que queria.

Se ser leve tivesse uma fórmula,eu a escreveria aqui, mas por enquanto,só posso escrever do pouco que estou conhecendo. Mas posso dizer o que recomendam os guias de viagem: ‘’Travel light’’ , viaje leve. Ainda que essas atitudes não nos permitam chegar ao paraíso, pelo menos nos permitem viver com menos pressa e mais qualidade.Quando eu chegar lá te falo!!

Beijo.

A gente vai pra ser feliz...

6 de janeiro de 2011
‘’Para o ano novo, se eu conseguir ser nova, quero o sabor de saber, na prática, que somos feitos para a felicidade. Para a troca. Para a paz. Para a bondade. Para facilitarmos a existência uns dos outros. Para a coragem e a alegria de simplesmente ser."
(Ana Jácomo)


Gente, eu precisava de uma folguinha. Estava cansada demais e nao sabia como me desconectar pois não encontrava tempo.
Shakespeare dizia que o tempo é lento para os que esperam, rápido para os que tem medo, muito longo para os que lamentam e curto demais para os que vivem festejando. Mas para o amor, o tempo é eternidade. E falar em amor me remete a lua de mel. Eu e meu principe encantado,ficamos em um lugar maravilhoso, cercado de verde e banhado pelo sol e o mar. Acordamos juntos,tomamos café da manhã juntos e ficamos na piscina conversando enquanto nos bronzeávamos. Estou muito feliz com minha nova vida,com ele que eu quero sempre ao meu lado.

De repente o tempo passou. De repente é o agora gritando. De repente é hora de crescer de verdade, tomar conta de você, porque quem gosta de nós quer que sejamos alguma coisa que eles olham e admiram. Eu sei que, mesmo com tantas mudanças em minha vida, dentro de mim o amor continua do tamanho que ele tem. Estou um pouco confusa,com tanta coisa, mas feliz, confiante. Só ando pensando melhor no que preciso fazer para realizar meus sonhos. Concretamente, entendeu? Antes de mais nada... Voltei a fazer das minhas orações conversas mais regulares com meu AMIGO lá de cima. Tenho pensado mais freqüentemente nas coisas que quero que dêem certo. Tipo pensando positivo mesmo.E por enquanto a metamorfose de mim em mim mesma está começando a fazer algum sentido.
Esses são os meus propósitos. E pelos quais vou lutar firmemente a partir de hoje. Uma promessa de mim pra mim mesma. Não devo a ninguém, além de mim, o cumprimento dela.

Bom, gente, desejo a você mais sorrisos, mais saúde e mais sonhos realizados. Ou seja, desejo pra vocês o que desejo pra mim. Queria dividir um excerto de uma música da Vanessa da Mata, que adorei descobrir...

“Corre pra ver
Se é de olhar, se derreter
Se, de repente, pode ser
Se este instante lhe chamar
Viva, tenta
Corre pra ver
Se é gostoso, por que não?
Se é bem bom pro coração
A gente vai pra ser feliz...”

Por que lembrei dela? Porque numa conversinha pelo MSN a Rê me deu uma lição. Na vida, a gente tem que viver o momento. Deixar rolar e ver se rola... Então, ‘’ vamos viver tudo que há pra viver,vamos nos permitir!!’’

Beijos

(Ps. Sei que estou em dívida com alguns de vocês, mas prometo visitá-los logo.)

Auto Post Signature