Sem retoques

18:00


O sangue que corre aqui nessas veias é pulsante. É no amor que me sinto em casa. Inventando uma história qualquer que eu me sinto viva. É de uma paz intensa que meu peito tem vivido. Sem enganos, sem dúvidas, apenas a espera me transborda. Sou feita de amores intensos, de paixões erradas, de pessoas bonitas, de afetos despretenciosos. Sempre segui a vida com o coração na mochila, algumas vezes o lápis borrado, mas com o sorriso e a coragem. Não guardo mágoas, cartas, histórias passadas, não levo peso. Acho graça de mim mesma com minhas teorias furadas. Sou gente, choro, sinto dor, mas prefiro sorrir. Sou gente que vive e que tem saudade....sei lá de quê! Existe em mim uma urgencia por viver.Viver tudo. Viver logo. Não sei esperar.

Nunca forcei ou falsifiquei amizades e amores. Se eu gosto de você eu gosto. Se eu não gosto eu não minto.  Não consigo aturar gente falsa por muito tempo, gente que leva um peso na alma e nunca divide nada bom, por mais que eu tente, eu tenho que me retirar. Saio de cena e assim, poupo os outros da minha sinceridade ácida. Já fui de sentar e bater papo até altas horas, já fui de trocar confidências. Hoje, bato altos papos com meu travesseiro. Ele me ouve e ainda afaga a minha cabeça pra dormir. Eu mudei com o tempo, meus valores não. Não tenho mais vontade de agradar gente que não merece destaque na minha vida. Não me interessa mais nutrir amigos de conveniência, andar com gente que não tem o que acrescentar, me alimentar com falsos amores e nem criar meias verdades pra me sentir melhor.

Sempre tive corágem de admitir todos meus medos, minhas falhas, neuroses. Gosto dos meus erros e simpatizo com eles por que são parte fundamental de mim. Quem gosta e esta comigo, está por que me vê de verdade. Eu sou legal mas não pise no meu calo.
Algo que  não abro mão nessa vida é do meu espaço. Respeite ele por que eu, com certeza, nunca vou invadir o seu. Não é todo mundo que coloco dentro da minha casa. Não é todo mundo que ganha a minha confiança. Acho bonito gente simples, limpa, transparente. A coisa mais rara que tenho são as pessoas que amo. Por elas eu faço qualquer coisa. Tenho uma personalidade forte, nem sempre fácil de entender. Mas olha a minha cara de preocupada!

Não sei viver o morno por que ele não combina comigo. Sou de um lado a leveza, o amor o verbo a saudade. Do outro meio briguenta, viro a cara, não falo com gente chata, não me obrigo a certas coisas, não vendo a minha alma a preço nenhum. Deixo de ganhar dinheiro pra defender a minha dignidade. Deixo de ganhar amigos por não ser Maria-vai-com-as-outras. Deixo de agradar certas pessoas por não ser hipócrita. Ser verdadeira é uma faca de dois gumes, por que quem é de mentira não suporta quem é de verdade. 
Essa minha carinha de ‘eu sei o que to fazendo’ engana bem. Sou forte mas sou sensível e meu coração é mole, mas às vezes não tem quem amoleça. Posso ficar horas tentando te explicar. Mas não vai adiantar, é questão de sentir. Não de tocar...



You Might Also Like

12 comentários

  1. Ê amiga... gente bonita, resolvida e do bem, é o que tem descrito aí! Não só descrito, declamado lindamente.
    Em algumas momentos me lembra coisas que eu mesma sempre digo... e em outros, coisas que eu deveria dizer...
    Bjokas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tata amiga, vc que é gente bonita. Obrigada pelo carinho, saudades das nossas conversas...beijos

      Excluir
  2. Texto perfeito! Me identifiquei c TUDO oq escreveu, mais isso tudo só vem c a maturidade, c as vivências... Bjs e continue inspirada assim, adoro oq vc escreve.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom Flávia.É gostoso quando as pessoas se identificam....brigada bjs

      Excluir
  3. Quem dera mais pessoas se sentissem bem em falar de seus medos, sem falsidades para os outros e para si...quem dera...
    Lindo texto.
    bj

    ResponderExcluir
  4. Simplesmente maravilhoso, Dri! Senti o texto falando comigo! Muito bom!

    Beijos
    http://eppifania.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Vc é autêntica!! por isso não quer saber de "morno"...adoro o que vc escreve, Dri! beijos

    ResponderExcluir
  6. *Lindo texto sobre SI MESMA, Dri Andrade !!! :)

    (De qual signo você é no Horóscopo Ocidental e no Chinês ?!

    No Chinês, aposto que você é Dragão !!! ).

    ResponderExcluir
  7. Um belo texto, um pouco de desabafo, um tanto de afirmação, muito de inspiração...
    Botando as cartas na mesa, por assim dizer...
    Se expondo e desafiando...
    Mostrando coragem, escondendo o temor...
    Beleza só!
    Abraços, Dri!

    ResponderExcluir
  8. Você parece ser muito transparente, Dri! Pelo menos em seus textos...rsrs. Parabéns! Precisamos de mais mulheres autênticas e decididas, rs
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  9. mas o bom da vida é ser de tudo um pouco, sem obrigação de nada, nem de querer agradar e muito menos de se fazer entender.
    e melhor ainda é surpreender quem acha q sabe tudo.
    beijos

    ResponderExcluir
  10. Dri...que lindo esse teu post, a leitura flui! Como mudamos com o tempo, você tem toda a razão, os valores não, mas as nossas prioridades, coisas boas do amadurecimento!
    Saudades de você, desculpe o sumiço!
    Bjks!!

    ResponderExcluir

MELHORES DA SEMANA

DIREITOS AUTORAIS

Licença Creative Commons
Este Blog está licenciado com uma Licença Creative Commons. Todos os textos neste site são de autoria de Dri Andrade Carollo. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

CRÉDITOS NAS IMAGENS

Algumas imagens que aparecem neste site são retiradas da internet. Se você possui os direitos de alguma, favor entre em contato, diga seu nome e eu coloco. Obrigada!

Subscribe