Pelo inferno e céu de todo dia

16:13




Por que hoje eu já acordei atrasada, (esqueça toda aquela baboseira que falei sobre ser zen), fiz meu xixi matinal, tomei banho, escovei os dentes e entrei na selva que esta o meu closet pra escolher alguma roupa. Apesar da minha mãe e meu marido viverem dizendo que eu tenho roupa demais eu nunca encontro nada pra vestir, meia hora só pra encontrar algo decente pra sair de casa. Engoli alguma coisa muito rápido, dei um beijo nas minhas pessoinhas e sai. Me atrasei, nem preciso dizer. Pra completar, um engavetamento de carros às sete e meia da manhã na praia do flamengo para a nossa alegria, e não, aquela paisagem maravilhosa da Baía de Guanabara, natureza, areia, sal, mar, barquinhos navegando, pessoas chics correndo pela orla que é a minha vista todos os dias graças a Deus, não foi o suficiente para embelezar o dia que já começou agitado. Não, nem aquele bombeiro suuper gente boa e prestativo ajudando em tudo (mulher casada fala assim tá?) nem isso foi suficiente. Cheguei no trabalho já com uma puta dor de cabeça. Meu café da manhã um dorflex. Eu olho a pilha de papéis e coisas pra fazer sobre a minha mesa e penso o quanto eu estou cagando hoje pra tudo isso e pra qualquer ''chumbreguetezinha'' (eu to muito Chayene hoje) pobre-feia-e-flácida-que-se-acha-bonita-rica-e-sarada-(faz-me-rir) que olhar feio pra minha cara.

O que me faz lembrar que já faz tempo que não sou realmente inteira e feliz por onde tenho andado, tirando a minha casa, claro, meu santuário sagrado, onde eu relaxo e esqueço cada gentinha feia que existe do lado de fora da minha janela.Existe algo bem no fundo. Um estranho dentro do seu corpo grita por que quando ainda não se esta fazendo o que se gosta toda festa é pela metade. Por que a vida não é um Lego e, por tanto, quase nada se encaixa perfeitamente. Por que minha mente, corpo e alma ainda procuram por algo que talvez não exista. Uma grande surpresa, descoberta, uma novidade.
Por que ter que aturar gente que você não gosta e que destoa completamente de tudo o que te rodeia na vida é um saco. Por que nem sempre a gente faz o que quer por ter que fazer o que é preciso. Por que a gente tem que preencher todos os protocolos de pessoa mais pontual, inteligente, organizada, eficiente, limpinha, bem vestida, cheirosa, boa esposa e legal do mundo. Mas tem dias que a gente manda todas as bostas de protocolos à m......por que a gente não aguenta mais aturar gente que faltou a aula de português em todos os anos acadêmicos e que fala eu vou estar fazendo.Vou estar te enviando, estamos estando lhe atendendo. Por que gerúndio é a coisa mais ridícula, desnecessária e insuportável que uma pessoa pode '' estar fazendo''.

Por que a minha mão hoje está mais rápida do que o meu cérebro. E a mala da operadora Tim que fica me enviando de dez em dez minutos uma mensagem chata dizendo que eu estou a um passo de ganhar R$ 1000,00 e eu não sei por que já que não me inscrevi pra porcaria de promoção e sorteio nenhum. São eles querendo encher o meu nariz de folha e me engodar (eu gostei dessa palavra) engodar, para pagar alguma bosta de tarifa desnecessária. Ou talvez, por ter que aturar tudo isso eles deviam mesmo me dar um prêmio. E por que na rádio do escritório nessa hora toca Adriana Calcanhotto o que me dá uma super deprê. Pelo amor de Deus alguém me salva do inverno no Leblon!
Se antes eu já achava muita coisa medíocre e deprimente, hoje eu tenho certeza que elas são. Eu só não tinha idade suficiente pra assegurar isso com certeza.
Muito bem cérebro pare de perder todo esse tempo escrevendo essas baboseiras e mande uma mensagem para meu subconsciente agora mesmo. Lembre ele que a dona desse corpo bonito e esguío não pode simplesmente dar uma banana pra toda essa gente e números nessa calculadora infernal no dia de hoje pra ir tomar um sol e ler o jornal na praia por que uma crise ansiosa devido a convivência com tanta gente chata nos últimos tempos tem tomado conta dela e a arrastado para compras desnecessárias várias vezes no mês na hora do almoço enchendo o cartão de crédito e torrando tudo que tinha e não tinha e por isso precisa aturar, contar até 499, inventar um mantra qualquer e abstrair pra pagar as contas no final do mês.

Mas eu tenho mesmo é vontade de sair dando uma banana por que nenhum dinheiro do mundo compra a minha vontade de liberdade. Por que a minha vida acontece lá fora, na fila do cinema pra assistir ao novo filme do Woody Allen, na fila do supermercado, da lavanderia que pegou fogo e a vaca da dona não quer ressarcir meu edredom king size (eu só escrevi isso pra dizer que eu tenho uma cama king-Big-Plus-Toda-boa-Size) e o terno do meu marido que se queimaram em meio a todo o resto sem importancia que havia lá. Na loja de roupas e tintas e colchas de cama, esmaltes e revistas e livros que me fazem sempre torrar todo o dinheiro que eu não tenho. Embaixo do meu edredom coladinha com um homem bonito, cheiroso e inteligente que acorda todo santo dia ao meu lado me amando e uma filha canina que faz a legria das minhas horas, na faculdade que eu gasto o meu tempo fazendo desenhos e projetos para pessoas que querem fugir da monotonia da estética de sempre das coisas que o redeiam por que, como se sabe, o ambiente tem muita influência sobre as nossas emoções e por isso eu quero salvar alguém do tédio de viver no mesmo lugar sempre com tudo igual, da mesma cor, com a mesma cara e então, é lá que eu além de falar muita besteira com meus amigos e rir um pouco pra tirar a carranca de um dia tenso, tento fugir de tudo que é comum dentro desse mundo quadrado de esperar o que ainda não me alcançou mas que há de alcançar.

E esse texto termina assim mesmo, por que eu sou bem humorada mas eu só falei tudo isso por causa dessa puta dor de cabeça que me deixou louca logo de manhã!


You Might Also Like

9 comentários

  1. Minha semana foi basicamente assim... com o agravante que não tinha vista pra Baía da Guanabara nem bombeiro suppeeeeeeeeer atencioso pra ajudar.
    Melhoras.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gege, quando o tédio bate não tem Baía de guanabara nem bombeiro gente boa que dê jeito rsrs...beijos brigada

      Excluir
  2. cada dia melhor na escrita...pode até ser a dor de cabeça...mas tá afiada...logo vai estar no ramo da comédia...kkkkkkk....vc é demais!!!!


    um grd bjo pessoa querida!

    Zil

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é só mandar o enredo que eu faço o script amiga kkk...eu sou meio assim, quanto mais raiva, amor , tesão e paixão mais escrevo....não que seja algo que se aproveite mas...é a tal da inspiração ...bjs

      Excluir
  3. Um dia de verdadeira guerreira, ainda mais com dor de cabeça. Sei como é.
    "Brigadim" pela visita. Estou seguindo aqui tbm.
    Beijinho e tudo de bom!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gueirreira mesmo Meri, é só o que tenho sido nesses tempos kkk

      beijinhos e brigada eu.

      Excluir
  4. Vivemos sempre em conflito com nossos sentimentos,,momentos,,,e dias,,,mas uma hora tudo se ajeita,,,,belo texto amiga,,,um bom final de semana pra ti,,,obrigado pelo carinho no Livro,,estava com saudades de ti também,,,,beijos e flores...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. o mar eterno de todo dia amigo,

      super beijo e grande é a saudade....o livro estou providenciando de colocar aqui tá?

      bjs

      Excluir
  5. Adorei. Fico fascinada por esses textos que narram um dia comum, que podia ser de qualquer um de nos

    beijos

    ResponderExcluir

MELHORES DA SEMANA

DIREITOS AUTORAIS

Licença Creative Commons
Este Blog está licenciado com uma Licença Creative Commons. Todos os textos neste site são de autoria de Dri Andrade Carollo. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

CRÉDITOS NAS IMAGENS

Algumas imagens que aparecem neste site são retiradas da internet. Se você possui os direitos de alguma, favor entre em contato, diga seu nome e eu coloco. Obrigada!

Subscribe